sábado, 4 de abril de 2015

Felicidade é Saber-te Feliz!

E já que este blog renasce de um ano inteiro de silêncio, nada como recomeçar com um texto que me foi enviado por email por uma Amiga, daquelas que não vejo há 20 anos!
 
Li cada palavra com um sorriso enorme nos lábios e com uma gratidão imensa por saber que indirectamente, com a Loja Espaço M ajudei a proporcionar um momento fantástico na vida desta Mulher ainda mais fantástica.
 
Copiado na íntegra e com direito a fotografia e tudo :)
 
Lá vai:
".....Nas festas "domésticas" há outro factor a ter em linha de conta: Tirando o Alfa que faz ligação directa ARMÁRIO-CORPO-RUA, tudo o resto fica cheio de pêlos de cão ou de gato. E há peças onde eu DE-FI-NI-TI-VA-MEN-TE não quero ver isso.
E lá andava eu, entre a ganga e o avental (um bocadinho de exagero dá cor), com um ou outro intervalo para experimentar roupa, para... para um dia! O vestido era pouco mais que um brinquedo novo, tipo puzzle. Mas dos bons!!
O DIA CHEGOU. Ou melhor, a noite!
O dia chegou 6ª feira passada. Uma festa de aniversário com a família paralela, cheia de conhecidos e desconhecidos, onde pelos mais diversos motivos se cruzou uma necessidade:
EU TINHA DE ESTAR FANTÁSTICA!
Mas como nada na vida é simples, lá estive eu no domingo anterior a preparar a mochila para mais uma semana na capital. Uma semana de trabalho a culminar na festa.
Além de tudo para a tal semana de trabalho, seguiam na bagagem: O vestido (sabes quanto pesa, claro...), o casaco comprido, o sapatinho de salto (apesar de pequeno, põe uns 20 anos só com bota, ténis ou sandália. Mas são tão confortáveis que pareciam feitos ao pé. Não lhes resisti - extravagância #2). E apanhei o Expresso.
Ao longo da semana providenciei o cabeleireiro e a manicura. 6 à noite caprichei na maquilhagem.
O cara-metade não me via desde domingo, quando se deu o jantar. Ao chegar eu já lá estava.
Foi lindo de ver!
Correu tudo lindamente, mas como não podia deixar de ser estou a deixar o melhor para o fim. O que vem a seguir nunca me tinha acontecido.
Depois do jantar, uma prima que eu ainda nem sabia que o era (uma miúda morena lindíssima) veio ter comigo, esclarecer parentescos e dizer que passou a noite a comentar o quanto o meu vestido era uma espectáculo.
A noite seguiu para o Bairro Alto, Ribeira e terminou com rumo a casa onde chegámos às 7:30 a.m. Vários rapazes - todos bem parecidos e nos mais variados idiomas me interpelaram ao longo da noite - tabaco, horas, onde é que fica isto ou aquilo - e 2 miúdas nórdicas, louríssimas com os olhos azul mar a elogiar-me o vestido. Outra vez?!?!!
Há muitos anos que o meu ego não subia tão alto. A sério, uma coisa estratosférica!!! E continua a planar por aí...
Ora, como a boa onda é - tal como o seu oposto - uma coisa altamente contagiosa, eu ando a passear um alto microclima. Estás mais feliz, estás mais bonita. Estás mais bonita, estás mais simpática. Estás mais simpática, são mais simpáticos para ti, o que te deixa mais feliz. ... ...
E pronto. Achei que ias gostar de saber. E neste país onde toda a gente se queixa, as coisas boas devem ser (no mínimo!) enaltecidas!"
 
 
Beijo para ti!
(Out_2014)
 
 
♥ Do fundo do coração, Obrigada pelo teu feedback ♥
 
A propósito do vestido, foi um "Chameleon" reversível da Good Mood Concept com grandes fitas que podiam passar pelo pescoço e atar na cintura, ou fazer cai-cai, ou....whatever you like!
Enviar um comentário